Tentativa Criminosa de Envolver o Presidente: Perícia Comprova Fraude em Voz de Porteiro no Caso Marielle

Laudo pericial da Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgado hoje (11/02) pela imprensa mostra que a voz da pessoa que autorizou a entrada em um condomínio do suspeito de matar Marielle Franco não é a mesma voz do porteiro que fez referência ao Presidente Bolsonaro.

O laudo mostra portanto que houve uma ação criminosa envolvendo fraude processual, com amplo endosso e respaldo das Organizações Globo, visando incriminar o Presidente da República no caso do assassinato de Marielle Franco. Uma fraude que envolve inclusive questões de segurança nacional.

Resta saber que providências serão tomadas diante desse crime, especialmente por parte da inerte e incompetente Advocacia Geral da União, chefiada pelo Sr. André Mendonça. O episódio mostra que a grande imprensa é de fato o crime organizado que atenta contra o País.


 

Compartilhe:

3 COMENTÁRIOS

  1. fechar a globo por crime de segurança nacional e colocar todos atores da globo na cadeia jornalistas etc raça de vagabundos acabar explidir com a globo temos de destruir suas torres de transmissão tudo que é da globo acabar com estes terroristas

  2. Se essa “empresa” cometeu, comprovadamente, um crime que envolve a segurança nacional, só resta anular sua concessão.

Deixe uma resposta