Multiculturalismo: Jovem Finlandesa É Decapitada por Namorado Muçulmano

A jovem finlandesa Sanni Ovaska foi assassinada por decapitação pelo seu namorado muçulmano na cidade de Hämeenlinna, no sul da Finlândia. O crime ocorreu na segunda quinzena de janeiro. O assassino é um muçulmano de origem árabe jordaniana, que o ocidente chama de “palestino”, que havia solicitado abrigo como refugiado na Finlândia. Segundo informações, o pedido havia sido negado.

Logo após decapitar a jovem finlandesa, o assassino teria cometido suicídio. Segundo autoridades policiais da cidade de Hämeenlinna, os corpos da jovem assassinada,  Sanni Ovaska, e de seu assassino muçulmano,  Hasan Alqina, foram encontrados em um apartamento.

O que pode ser questionado é como um assassino muçulmano em potencial entrou na Finlândia, independentemente da concessão ou não de asilo como “refugiado”. A resposta está nas políticas imigratórias suicidas adotadas por toda a elite globalista europeia ocidental que governa o velho mundo. Com informações do site Conexão Política.


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta