Escalada da Ditadura: Mais Um Ativista Conservador Foi Preso em Brasília

por paulo eneas
A escalada autoritária imposta ao país pelo poder judiciário teve nesta terça-feira (23/06) um novo capítulo, com a prisão em Brasília (DF) do ativista bolsonarista Daniel Miguel. O ativista foi preso por ordem de Alexandre de Moraes. A prisão ocorreu no momento em que o ativista estava na Polícia Federal para prestar depoimento, quando somente então ele tomou conhecimento do mandado de prisão.

O método de prender pessoas que se dirigem à autoridade policial para depor é o mesmo método usado pela Lava Jato. Não há informação sobre as razões da prisão e nem os advogados do ativista, nem ele, sabem do que Daniel Miguel está sendo acusado. Sabe-se apenas que a prisão ocorreu no âmbito do inquérito secreto 4828 conduzido no STF para investigar supostos atos antidemocráticos.

A escalada de autoritarismo que vem ocorrendo no país por parte do poder judiciário transcorre sem que o Chefe de Estado, o Presidente da República Jair Bolsonaro, expresse qualquer manifestação a respeito.

Além de silenciar-se sobre essa onda de violência do Estado contra cidadãos de bem, o presidente não adota nenhum dos dispositivos constitucionais que ele tem à sua disposição para cessar a onda de ilegalidade. O Brasil é hoje o segundo país da América do Sul a ter presos políticos. O outro é a Venezuela.


 

8 COMENTÁRIOS

  1. Agora esse STF juizes de mudar Lei para bandido quê só vemos bandido corruptos eles mesmo, esse ser faz pessoas bem sendo preso esse juizes eles para está por atrás das grades impeachment Alexandre Morais eles tem quê colocar esse bandido, essa corte e vergonha ñ representam a população impeachment deles todos.

  2. Bolsonaro tem se omitido de agir em defesa das pessoas presas injustamente pelo injusto inquérito do ministro Alexandre Morais. É como se Bolsonaro estivesse demonstrando que não se envolve nas ações dos outros poderes. Não faz três meses ainda que o presidente Bolsonaro elogiou publicamente o STF. O presidente Bolsonaro tem uma característica muito peculiar, que tem demonstrado ao longo do seu mandato: ele tem o dom de virar as costas para as pessoas que o ajudaram. Foi assim com o Magno, foi assim com o Gustavo Bebiano, foi assim com os militares da Reserva das forças armadas que foram a sua base eleitoral por décadas ( que ele deixou que fossem prejudicados pela reforma da previdência dos militares, enquanto os oficiais generais tiveram 70% de aumento), os quais a assessoria do presidente se negou a receber. Dessa forma, o próprio Bolsonaro vai desarticulando o movimento conservador que o elegeu.
    Aparentemente Bolsonaro só tem lealdade aos seus próprios filhos e a ninguém mais. Até a atual esposa ele conseguiu colocar numa situação delicada. Ele não serve para ser líder, ele foi uma aposta perdida.

  3. Nãso temos que recorrer a tribunais internacionais, ATÉ PORQUE ESTÃO IGUALMENTE APARELHADOS, só nos sobra recorrer às armas do povo, as forças armadas!
    É teoria do estado em sua proposta básica o seguinte: O País nasce no momento que um povo com suas forças armadas cercam e controlam um espaço de terras. A partir daí, o povo escolhe a melhor forma de estabelecer uma constituição e o estado.
    Entendido isso, percebemos que o povo é o poder constituido, e todos os outros poderes são CONCESSÕES apenas, são poderes constiudos, CRIADOS pela vontade do povo!

    Assim, fica patente que recorrer a um estado supranacional é debil mental, pois é equivalente ao poder absoluto, constituinte, pedir autorização ao funcionário dele, mesmo que fora do país, pois nações unidas são poder constituido pelas regras dos estados e não dos países.
    Nenhum povo, caso sadio, permite que forças externas se imiscuam em sua política interna, se o faz é porque está SABOTADO, está lobotomizado e dessa forma pede autorização de seu cachorro para tomar decisões!

    Deixem de ser estúpidos, galinhas pedirem para raposas organizarem o galinheiro é no mínimo estupidez!
    Cabe a nós mudar o panorama através de intervenção militar com Bolsonaro no poder, e a IMEDIATA liberação de armas para todo cidadão (eu disse todos), pois povo armado e sadio não é submetível!
    Se não formos sadios para o uso de armas, que a matança empedernida faça a seleção natural!

    UM SER SEM ARMAS E UM SER MORTO, ESCRAVO, ESTUPRADO, SUBMETIDO.
    Só armados somos capazes de nortear nosso rumo, sem elas, estamos â mercê de uma organização criminal que não vai deixar nada mudar, pois está se beneficando sempre!

  4. O espantoso é ler néscios se manifestando como se tivessem a medida do presidente!
    Só somos capazes de julgar os atos alheios quando estamos inseridos nas mesmas questões e com a mesma profundidade!
    Ou seja, um acéfalo latir que o Bolsonaro segue fingindo… só mostra um símio irracional e com a arrogância pavoneante se achando o rei dos animais!

    Em xadrez, aprendemos que mesmo inseridos no jogo podemos deixar escapar detalhes e acabamos no mate, com esse entendimento aprendemos que assim como o grande mestre não se manifesta de forma extemporânea, passional e irracional, nós também não podemos achar que nossa medida de algo em que não estamos inseridos é pertinente sob alguma forma!

    Dessa forma só nos sobra o panorama, a análise do jogo não pelas posições das peças, mas pela narrativa dos que reportam as questões e pelo entendimento retrospectivo. E aí, percebemos que o presidente Bolsonaro além de conhecer o covil degenerado da politica brazuca, teve o estofo militar.
    Com isso percebemos que alguém que sabe da escumalha governante há mais de 28 anos, que conseguiu emplacar três filhos dentro da ratoeira parlamerdar, com certeza tem mais embasamento para suas ações que nós, os observadores!
    A nós, sobra acreditar que ele está cumprindo o que prometeu de uma forma ou de outra, ou então podemos achar que em nossa exuberância estúpida temos melhor panorâmica que o presidente e aí, estamos livres para defecarmos pela boca, da forma como fez o franco atirador Lucky Luke!

Deixe seu comentário