Jornalista Chinesa que Denunciou Epicentro de Pandemia em Wuhan É Presa na China

por teff ferrari e paulo eneas
A jornalista chinesa Zhang Zan, que denunciou que a cidade de Wuhan havia sido o epicentro do vírus chinês, foi presa esta semana em Zangai. Zhang Zan foi acusada de “provocar brigas e problemas” segundo o ditadura comunista chinesa. Esta não foi a primeira vez que a ativista foi presa. No ano passado, a polícia prendeu Zhan alegando as mesmas acusações depois que ela mostrou seu apoio aos manifestantes pró-democracia de Hong Kong.

Zhabg Zan já é a quarta repórter chinesa a “desaparecer” ou ser detida a após publicar informações durante a epidemia, prática frequentemente aplicada pela ditadura chinesa contra ativistas e opositores no país. O regime comunista chinês também perseguiu, ameaçou e silenciou vários cidadãos que responsabilizaram o governo pelos erros na condução da pandemia do vírus chinês.

Fontes também asseguram que um funcionário público chinês tenha sido interrogado e amordaçado pela polícia depois de entrar com a primeira ação do país contra o governo da província de Hubei por “causar perdas sem precedentes” na vida e nas propriedades do povo, também em decorrência da maneira pela qual o governo tratou da epidemia.


 

Deixe seu comentário