Twitter Classifica Estrela de Davi Como Imagem de Ódio

por camila abdo e paulo eneas
Diversos usuários da rede social relataram na semana passada que suas contas foram bloqueadas após usarem o símbolo do judaísmo, a Estrela de Davi, como imagem do perfil. A rede social alegou em mensagem enviada aos usuários bloqueados que a imagem, que também consta na bandeira de Israel, é um suposto símbolo de ódio.

Após a censura da rede, os usuários começaram a denunciar o viés antissemita da plataforma. Para justificar o erro, o Twitter emitiu uma nota cínica em seu perfil oficial, afirmando que não considera o símbolo com uma imagem de ódio, mas que tomou a decisão porque identificou o uso negativo da imagem, como forma de atingir o povo judeu.

Ainda em seu comunicado cínico, o twitter afirma que o símbolo da estrela amarela ou emblema amarelo está associado àqueles que buscam atingir o povo judeu. O fato é que a emenda saiu pior que o soneto.

O comportamento da direção do twitter revela o caráter antissemita e anticristão das corporações globalistas que controlam as redes sociais. Se os usuários banidos tivessem usado uma imagem verde da lua crescente, símbolo do islamismo, não teriam sido incomodados. Com informações de Pleno News


 

1 COMENTÁRIO

  1. Viu pq o crime usa símbolos religiosos? Para denegrir os grupos originários e gerar esse tipo de inversão de significado. Tudo a esquerda conspurca.
    Não se pode deixar essas coisas passarem sem forte repúdio e punição.

Deixe seu comentário