Google Tenta Explicar Restrições de Alcance a Sites Conservadores Mas Não Convence

por camila abdo e paulo eneas
A empresa Google pode ter uma lista negra secreta de agências de notícias conservadoras, afirmou o ex-engenheiro da Google, Mike Wacker.  Segundo o engenheiro, parece ter sido revelada a existência de outra lista negra que mira desproporcionalmente nos conservadores, afirmou esta semana Mike Wacker para o site Mediaite.

Sabe-se já há alguns anos que plataformas controladas por grandes corporações globalistas como Google, Youtube, Twitter e outras reduzem o alcance de perfis conservadores e da direita. Após a denúncia da ação do Google contra os conservadores, a empresa negou fazer restrições a sites ou ideologias políticas específicas.

Em comunicado emitido nesta segunda-feira (28/07), o Google afirmou que problemas técnicos afetaram sites que “apresentam uma variedade de conteúdos e pontos de vista diferentes”, que supostamente dificultariam a indexação, classificação e ranqueamento.

Ocorre que esta explicação não é convincente, pois se tal bug ocorreu, ele deveria afetar igualmente uma variedade de sites, e não somente sites conservadores. E a prova disso é que os sites de esquerda não foram atingidos por este suposto problema técnico.


 

Deixe seu comentário