Facebook Irá Recorrer da Decisão Ilegal do Ministro Alexandre de Moraes

por angelica ca
O Facebook anunciou nesta sexta-feira (31/07), que irá recorrer da determinação do ministro Alexandre de Moraes (STF), a qual mandou bloquear contas de 16 apoiadores do presidente Jair Bolsonaro internacionalmente, alvos do inquérito ilegal das fakes news.

Em nota, o Facebook afirmou que a ordem do ministro do supremo extrapola a jurisdição da legislação brasileira. “Respeitamos as leis dos países em que atuamos. Estamos recorrendo ao STF contra a decisão de bloqueio global de contas, considerando que a lei brasileira reconhece limites à sua jurisdição e a legitimidade de outras jurisdições”, diz nota da assessoria de imprensa do Facebook.

A empresa, afirmou que recorrerá ao plenário do Supremo Tribunal Federal e, enquanto isso, as contas ficarão indisponíveis apenas no Brasil. O Twitter também declarou que irá recorrer da decisão do ministro.

Foram bloqueados os seguintes perfis nas redes sociais:

Roberto Jefferson, ex-deputado e presidente nacional do PTB, os empresários Luciano Hang, Edgard Corona, Otávio Fakhoury, do jornalista Allan dos Santos, Edson Salomão, Rodrigo Barbosa Ribeiro, Bernardo Küster, Winston Rodrigues Lima, Reynaldo Bianchi Júnior, Enzo Leonardo Momenti, Marcos Dominguez Bellizia, Fabris Portella, Marcelo Stachin, Rafael Moreno e Sara Giromini. Com informações de G1.

Deixe seu comentário