Procuradora da República Afirma Ter Provas Que Colocam Wilson Witzel no Vértice da Pirâmide de Esquema Criminoso

por camila abdo
A Procuradoria Geral da República, sob o comando de Augusto Aras, solicitou nesta quinta-feira (06/08) ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a soltura do ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, acusado de desvios na pasta envolvendo contratos emergenciais, sem licitação, durante a pandemia do vírus chinês.

A subprocuradora-geral da República Lindôra Maria Araújo afirmou que não cabe à Justiça do Rio decidir pela prisão ou não de Edmar Santos. Lindôra também afirmou que há provas consistentes que corroboram que Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro, é o vértice da pirâmide do grupo criminoso investigado. “Dada a absoluta incompetência da Justiça Estadual de Primeiro grau, pugna-se pela soltura de Edmar José Alves dos Santos”, destaca o pedido da subprocuradora.

“Como se vê, é exatamente o mesmo grupo criminoso que está sob investigação. A diferença é que, limitado pelo foro constitucionalmente deferido aos governadores, o Ministério Público do Rio de Janeiro não quebrou os sigilos, não realizou busca e apreensão e não teve acesso a elementos de prova que claramente colocam Wilson José Witzel no vértice da pirâmide, atraindo, sem nenhuma dúvida, a competência do STJ”, concluiu a Lindôra.


 

Deixe seu comentário