Pregador de Rua é Preso pelo Partido Comunista Chinês por ‘Evangelismo Ilegal’.

por angelica ca
Um cristão chinês foi condenado a 10 dias de prisão no início da semana passada pelo ato de “evangelismo ilegal” enquanto o Partido Comunista Chinês intensifica sua repressão e perseguição ao evangelismo de rua.

Chen Wensheng, que faz parte da Igreja Xiaoqun em Hengyang, localizada na província chinesa de Hunan, foi detido pelas autoridades chinesas devido a sua atividade evangelísta, conforme relatado pela agência de notícias China Aid .

O cristão chinês frequentemente carregava uma cruz de madeira com as letras “Glória ao nosso Salvador” e “Arrependam-se e sejam salvos somente pela fé”, disse a ChinaAid. Em sua última detenção, sua cruz foi confiscada na delegacia.

Conforme o Crítica Nacional vem denunciando, o Partido Comunista chinês tem realizado uma repressão generalizada a todas as instituições religiosas nos últimos anos, dificultando ainda mais o evangelismo de rua. Os cristãos enfrentam assédio ou detenção e são obrigados a remover cruzes, símbolos religiosos e também exibir retratos do presidente Mao e do presidente Xi Jinping. Com informações de China Aid e Christian Post.

Deixe seu comentário