Linchamento Virtual: Aplicativo Yelp Vai Rotular Empresas Como Racistas Com Base em Avaliações do Público

por angelica ca e paulo eneas
A Plataforma Yelp, uma ferramenta de avaliação online que em 2018 foi acusada de extorsão em Los Angeles por conta da manipulação destas mesmas avaliações, anunciou na semana passada que irá lançar um novo recurso de alerta em seu aplicativo que permitirá que os consumidores e avisem outras pessoas sobre comportamento supostamente racista nas empresas.

A plataforma irá classificar como racista, por meio da rotulagem Business Accused of Racist Behavior Alert, as empresas que supostamente exibem ações racistas. A própria Yelp admitiu em comunicado que a iniciativa foi motivada pelas ações do movimento criminoso e racista Black Lives Matter: “introduzimos [o recurso] em resposta ao aumento do ativismo social em torno dos Black Lives Matter”, disse o comunicado, em linguagem oblíqua.

Óbvio que a iniciativa será usada para promover o linchamento e depredação virtual, quando não física, de estabelecimentos comerciais com base nas ações da milícia racista do Black Lives Matter, pois empresas serão tachadas publicamente de racistas sem que haja uma investigação que comprove esse suposto racismo. Trata-se de uma forma de calúnia em larga escala que somente encontra paralelo na Alemanha do período nazista. Informações de Zero Hedge e Epoch Times.

3 COMENTÁRIOS

  1. Bom saber, pois, assim, todas as empresas que forem consideradas “racistas” por esse app idiota, serão, justamente, aquelas que eu farei de tudo para comprar produtos e serviços.

  2. Um ‘dedodurismo’ eletrônico, lógico, sem provas. Um absurdo.
    Isso deveria ser sumariamente banido, extinto pela Justiça. Argumentação é o que não falta.
    Um instrumento que permite a desforra.

Deixe seu comentário