Cinismo Global: Rússia e Ditaduras da China e de Cuba Passam a Integrar Conselho de Direitos Humanos da ONU

por angelica ca
China, Rússia e Cuba, países reconhecidos pelas práticas de violações aos direitos humanos de seus cidadãos, conseguiram nesta terça-feira (13/10) ingressar como membros do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, apesar da forte oposição de ativistas e governantes.

O regime de ditadura comunista cubana obteve 170 dos 192 votos válidos para seu ingresso. Rússia e a China, por sua vez, alcançaram 82% e 72% dos votos válidos, respectivamente. Os Estados Unidos repudiaram a decisão. O Secretário de Estado Mike Pompeo comentou:

“A eleição da China, Rússia e Cuba para o Conselho de Direitos Humanos da ONU valida a decisão dos Estados Unidos de se retirar do Conselho de Direitos Humanos em 2018 e usar outras instâncias para proteger e promover os direitos humanos universais”.

A presença de regimes ditadura comunista, como Cuba e China, e de países sem qualquer tradição democrática, como a Rússia, no Conselho de Direitos Humanos revela a natureza cínica do órgão, como de resto de toda a Organização das Nações Unidas. Informações de Infobae e Diario Las Americas.


 

3 COMENTÁRIOS

  1. O CINISMO, na realidade uma inversão de compreensão, é método. Claro que com a complacência e o apoio dos órgãos de organismos de Justiça internacional, ativistas do globalismo.
    Pretendem rotular cristãos e conservadores como os bandidos.

  2. Resta saber se esse organismo tem alguma legitimidade e aos países verdadeiramente democráticos, cabe avaliar a permanência nessa fraude!

Deixe seu comentário