Farmacêutica Johnson & Johnson Suspende Testes de Vacina Contra Vírus Chinês

por angelica ca e paulo eneas
A farmacêutica Johnson & Johnson informou nesta segunda-feira (12/10) que interrompeu temporariamente os testes clínicos de sua vacina contra a covid após um voluntário participante do teste ter desenvolvido uma doença desconhecida. A empresa não informou se o participante que desenvolveu a doença havia recebido a vacina experimental ou placebo.

A interrupção será mantida até que uma comissão independente pronuncie-se sobre a segurança dos voluntários. A Johnson & Johnson deu início à terceira e última etapa de desenvolvimento de uma vacina contra o vírus chinês no dia 23 de setembro, com 60 mil participantes de diferentes países, incluindo Estados Unidos, México e Brasil.

A empresa emitiu comunicado afirmando que eventos adversos são comuns em estudos clínicos. Conquanto isto seja verdade, o fato é que as grandes indústrias farmacêuticas estão numa corrida na tentativa e produzir uma vacina em tempo recorde, fato nunca ocorrido antes na história da ciência. De modo que existem razões para o público desconfiar destas interrupções e da própria segurança e eficácia das vacinas que estão sendo prometidas. Informações de EuroNews, Bloomberg e Stat News.


 

Deixe seu comentário