Joe Biden Não Perdeu Status de Presidente Eleito: Ele Nunca Foi Presidente Eleito

por paulo eneas
Durante toda a manhã desta terça-feira (10/11) as redes sociais foram inundadas de mensagens informando que o pedófilo e comunista Joe Biden havia sido rebaixado e perdeu seu status de presidente eleito, por conta da evolução da apuração na Pensilvânia, estado que ainda não definiu quem é o vencedor do pleito presidencial norte-americano.

Ocorre que Joe Biden em momento algum tornou-se presidente eleito, segunda as normas legais que regem as eleições norte-americanas. O candidato democrata foi alçado à condição de presidente eleito pela grande imprensa, que não tem legitimidade alguma nem mandato ou procuração para conferir este título a um candidato.

Um candidato somente pode ser considerado presidente eleito nos Estados Unidos após 14 de dezembro, data em que o colégio eleitoral escolhe o presidente, que tomará posse em 20 de janeiro. Antes disso, pode-se no máximo dizer que um candidato está “virtualmente eleito” quando seu oponente reconhece a derrota, o que obviamente não ocorreu neste pleito.

Pelo contrário: Donald Trump não apenas não reconhece a derrota como afirma que venceu as eleições, pois a suposta vitória atribuída a Biden pela imprensa resulta de fraude eleitoral. Logo, não faz sentido dizer que Joe Biden deixou de ser presidente eleito: ele nunca o foi, e esse “título” atribuído ao democrata pela grande imprensa não passa de um engodo.



1 COMENTÁRIO

  1. Tal qual em países ditatoriais, as divulgações de mentiras é estratégico para que a verdade perca terreno e dessa forma sucumbir. A imprensa precisa ser responsabilizada, pois trata-se de um TENTATIVA DE GOLPE DE ESTADO se utilizando da maior ferramenta democratica que é o VOTO do cidadão que permite a alternância de poder. A “IMPRENSA” CRIMINOSA PRECISA RESPONDER POR SEUS CRIMES, JUNTAMENTE COM OUTROS ATORES .

Deixe seu comentário