Partido Rede Sustentabilidade Pede Que Supremo Tribunal Federal Defina Prazo Para Anvisa Liberar Vacina Chinesa

O partido de Marina Silva, o Rede Sustentabilidade, solicitou esta semana ao ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, que determine que a Anvisa aprove em até  72 horas o pedido de uso emergencial da vacina Coronavac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac e envasada pelo Instituto Butantan.

O pedido da Rede ignora o fato de que o Instituto Butantan não forneceu todos os dados necessários à Anvisa para a análise do pedido. Estes dados não foram entregues em vista das cláusulas de confidencialidade entre o instituto e a empresa Sinovac, o que está gerando um impasse e conflito de interesses.

O pedido da Rede, se atendido, irá na prática transformar a Anvisa em um órgão puramente cartorial sem poder regulador algum, uma vez que critérios científicos serão deixados de lado para cumprir-se uma exigência formal de cumprimento de prazo. Se este caminho for adotado, será uma completa leviandade e irresponsabilidade com a saúde e a segurança da população. Por Camila Abdo e Paulo Eneas.


 

Continua depois da publicidade

2 COMENTÁRIOS

  1. Partido nanico, sem qualquer representatividade, sem votos, compensa a inexpressividade no chamado “tapetão”, em uma justiça absolutamente militante, e que não deixa dúvidas a respeito dessa militância, jogando abertamente contra o país. País que tem políticos e juízes desse tipo não carece de inimigos externos. É a famosa quinta coluna. Somente a Mão de Deus Nosso Pai para colocar as coisas em ordem!!!

Deixe seu comentário